Bahia lidera ranking de mortes violentas entre jovens

Compartilhar:

A Bahia lidera o ranking de mortes violentas de jovens do sexo masculino, com idades entre 15 e 24 anos, conforme pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada na quarta-feira (31).

De acordo com a pesquisa, em 2017, 3.430 pessoas do sexo masculino morreram vítimas de acidente, suicídio, afogamento e homicídio. Trinta e seis casos a mais que em 2016, que totalizou 3.394. A Bahia fica à frente até de São Paulo, que é o estado mais populoso do país.

Conforme aponta a pesquisa, pelo segundo ano consecutivo a Bahia aparece em primeiro lugar no ranking nacional de mortes por causas externas, termo usado pelos pesquisadores que fizeram o estudo.

Para o sociólogo, Luiz Lourenço, que estuda o comportamento das pessoas em sociedade, a realidade apontada na pesquisa deve se manter a curto prazo.

“Quando a gente olha esse perfil da vítima de homicídio, desse jovem, a gente vê uma série de características comuns. Eles são moradores de periferia, são sempre pobres, são sempre negros. Então é um perfil desprovido de qualquer tipo de política pública mais voltada a prevenção dessa vulnerabilidade, desse perfil específico. Ele acumula uma série de desvantagem social e por fim, ele ainda acaba sendo vítima de homicídio”, explicou Lourenço.

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário