Em meio à votação da Previdência, governo promete liberar R$ 5,6 bi em emendas

Compartilhar:

Com o objetivo de tentar votar a reforma da Previdência ainda ontem (9), o governo federal aprovou medidas para afagar a bancada ruralista e impulsionou o envio de recursos às bases eleitorais de deputados.

O Executivo acelerou a liberação de emendas orçamentárias e ofereceu um lote extra aos congressistas. Foram prometidos ao menos R$ 5,6 bilhões a deputados, de acordo com a Folha de S. Paulo: além do total de quase R$ 1 bilhão liberado na segunda (8) para os fundos municipais de saúde e de outros R$ 1,6 bilhões disponibilizados nos primeiros dias úteis de julho, o governo ofereceu a cada parlamentar fiel um lote extra de R$ 20 milhões de emendas, em um total de mais de R$ 3 bilhões.

Mesmo assim, os partidos ampliaram a lista de exigências, atrasando o início da votação da reforma no plenário. Com isso, a análise do texto, que é a prioridade legislativa do presidente Jair Bolsonaro, só começou às 20h48 de ontem e terminou por volta da 0h43 da madrugada

Fonte: M1

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário