Greve já dura oito dias e catuenses fazem filas em busca de combustível

Compartilhar:

Greve dos caminhoneiros entra no seu oitavo dia consecutivo. A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) confirmou hoje (28) a assinatura do acordo para pôr fim à paralisação dos caminhoneiros autônomos. O governo federal decidiu congelar por 60 dias a redução do preço do diesel na bomba em R$ 0,46 por litro, valor referente ao que seria a retirada do PIS/Cofins e da Cide sobre esse combustível. Depois desse período, o preço do diesel será ajustado mensalmente.

Na manhã desta segunda-feira, em Catu, postos como BR e Novo Posto BR registraram grande quantidade de veículos em busca de combustível.

No comércio de Catu, o Posto Centro (PC) ainda não teve reabastecimento de combustível nesta segunda-feira (28). Segundo o frentista Anderson dos Santos, “não há previsão para a chegada dos combustíveis”.  “Obtivemos a resposta de que hoje, provavelmente não teremos gasolina e nem diesel. Estamos aguardando um parecer.”

Em entrevista à rádio Ouro Negro FM o empresário César Ribeiro, proprietário da maioria dos postos de gasolina de Catu informou que um de seus posto em Catu ainda possui combustível e que as carretas já saíram para reabastecer e que provavelmente à noite devem reabastecer os postos da cidade.

Segundo o site da Petrobrás, a gasolina obteve redução de 2,8% nos preços nas refinarias e passará a custar 1,9526 sem as taxas de tributos.

Da redação – Catu Notícias

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário