HMC será administrado pela Santa Casa de Misericórdia da Bahia

Compartilhar:

Na última terça-feira (29), o prefeito municipal Geranilson Dantas Requião, acompanhado pelo secretário municipal da Saúde, Marcos Torres, assinou o contrato de concessão que permitirá que o Hospital Municipal de Catu passe a ser administrado pela Santa Casa de Misericórdia. Assim, todos os serviços prestados pelo HMC passam à responsabilidade executiva da Santa Casa que operacionalizará a gestão e funcionamento do equipamento de saúde pública.

A Santa Casa de Misericórdia da Bahia, fundada em 1549, possui grande experiência na administração hospitalar. 

Atualmente, além do secular Hospital Santa Isabel que é referência em tratamentos oncológicos e cardíacos, a instituição administra vários hospitais no estado da Bahia. Entretanto, contrato de concessão firmado pelo município com a Santa Casa, representada pelo seu presidente, Rogério Sá Menezes, que tem duração de 60 meses, possui termos estritos de metas de qualidade e protocolos de execução das atividades de saúde, o pagamento mensal das faturas só se dá após a constatação da prestação adequada dos serviços à a população. Todo o funcionamento do HMC passa a ser monitorado por uma comissão especifica, formada por profissionais de Saúde, membros da gestão Municipal e representantes da sociedade civil, indicado pelo Conselho Municipal de Saúde. Por se tratar de uma entidade sem fins lucrativos e que conta com sistema de contratação e tributação diferenciados, a expectativa é que o contrato proporcione uma redução nos cistos de funcionamento da unidade de saúde.

Fonte: Ascom

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário