Incêndio atinge Assembleia Legislativa da Bahia

Compartilhar:

Um incêndio atingiu o prédio da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) por volta das 15h, na tarde deste último sábado (28), em Salvador. O fogo começou no setor financeiro. A assessoria da instituição informou que não houve feridos.

O foco das chamas foi no terceiro andar, que estava fechado em obras. A situação foi controlada por volta das 17h30, mas até 19h40 os bombeiros trabalhavam no rescaldo do edifício. No local, funcionários da Alba contaram  que ouviram uma explosão antes do incêndio começar.

Segundo os bombeiros, o que pode ter causado o fogo ainda é um fator desconhecido. A Alba informou, por meio de nota, que o incidente não teve causa determinada, mas a princípio foi um curto-circuito.

Por conta disso, uma fumaça preta tomou boa parte do local e chegou a ser vista de longe, na região da Avenida Luís Viana (Paralela). O local foi isolado e três caminhões dos bombeiros trabalharam para conter as chamas.

O incêndio vai ser investigado pela 11ª Delegacia Territorial. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a perícia do local foi solicitada e será feita pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Confira nota da Alba na íntegra: Ainda sem causa determinada, mas a princípio foi um curto-circuito o que provocou o início do incêndio que se alastrou pelo terceiro andar do Palácio Luís Eduardo Magalhães, na Assembleia Legislativa da Bahia, no CAB. O andar está em obras. O sinistro começou por volta das 15h20, os bombeiros chegaram 20 minutos depois e controlaram totalmente as chamas. Não houve vítimas. Após a perícia serão contabilizados os prejuízos e estabelecido um plano de ação para recuperação da área afetada pelo fogo no edifício mais antigo do Legislativo baiano.

Fonte: G1

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário