Por unanimidade, Marcelo Calasans é reeleito presidente e quebra tabu histórico em Catu

Compartilhar:

Nesta quinta (07), a Câmara Municipal de Catu realizou a eleição da mesa diretora que conduzirá os trabalhos nos anos de 2019 e 2020. De forma inédita, o atual presidente Marcelo Calasans, foi reeleito e toda a mesa foi mantida, com os vereadores Éneas Medeiros como vice-presidente, Paulo de Cacinho como 1º Secretário e Denize da Paróquia ocupando a função de 2ª Secretária. Com este resultado, Marcelo que iniciou sua presidência em janeiro de 2017 segue conduzindo a Câmara até dezembro de 2020.

Foi a primeira vez na história da Câmara de Catu que um presidente conseguiu uma reeleição numa mesma legislatura. E o fato histórico aconteceu por unanimidade, com todos os vereadores presentes votando pela permanência de Marcelo Calazans na presidência por mais dois anos. Dos 13 vereadores, apenas a vereadora Clara Sena não esteve presente na votação, e teve sua ausência justificada por demandas familiares.

A gestão de Marcelo, que tem como lema “Um novo Tempo”, tem sido marcada por importantes inovações, como a implantação da TV Câmara, que tem hoje seu formato como referência na região, sendo adaptado ou em vias de implantação em outros municípios, como é o caso de Inhambupe, Alagoinhas e Pojuca. A construção da passarela e estacionamento para pessoas com deficiência, uma antiga demanda da Câmara, é outro ponto marcante nesta primeira gestão com Marcelo na presidência. O Programa de Estágio, o CREDCATU, a valorização dos servidores, com reajuste acima da inflação, e a aproximação da Câmara com a população por diversos meios são ações positivas que também destacaram Marcelo como gestor.

Em seu primeiro mandato e com apenas 38 anos, Marcelo apontou-se ainda mais como uma forte liderança política em Catu, quando recentemente passou a enfrentar de forma pública as ações do presidente da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA), o deputado Ângelo Coronel, que trouxeram enormes prejuízos ao município de Catu em relação aos limites municipais entre Catu e Pojuca. Marcelo, unido com os demais vereadores catuenses, passou a pressionar diretamente na Assembleia, Ângelo Coronel e os demais deputados que agiram contra os interesses do município de Catu. Tornou pública a campanha “Devolvam As terras de Catu”, que tomou as redes sociais, programas de rádio, jornal e, de forma inédita, levou a temática para as escolas.

No processo de votação, diversos vereadores ressaltaram como o perfil de Marcelo a frente da presidência proporcionou equilíbrio e credibilidade a Câmara, que em tempos recentes era marcada por conflitos estampados em páginas policiais e da justiça. Segundo os vereadores este aspecto, além dos avanços de gestão, foi fundamental para a manutenção da presidência e da mesa de forma inquestionável.

Confira abaixo como votou cada vereador:

“Eu quero dar continuidade ao que começamos a quase dois anos. E hoje não seria diferente, meu voto é de Marcelo”, Vereador César do Posto.

“Meu voto vai para Marcelo, dando continuidade ao excelente trabalho que ele vem desenvolvendo frente a esta casa legislativa. Esta casa teria um “Novo Tempo” e é neste novo tempo que estamos vivendo”, Vereadora Denize da Paróquia.

“Meu voto continua sendo pela administração que vem exercendo o presidente desta casa Marcelo Calasans”, Vereadora Pró Dilza.

“Quero aqui manifestar mais uma vez o nome de Marcelo para dirigir o biênio 2019-2020”, Vereador Éneas Medeiros.

“Eu votei na primeira vez para Marcelo Calasans e continuo votando novamente. Está dando certo! Time que se ganha não se mexe” Vereador João do Ônibus.

“Não há porque não reconhecer o trabalho que a mesa diretora tem feito ao longo deste quase 1 ano e 6 meses … Essa publicidade que temos hoje através da TV Câmara foi um avanço. A sua administração está de parabéns por isso também e resta, portanto, mesmo não sendo procurado para ter o meu voto, eu por espontaneamente declaro meu voto para a manutenção da mesa”, Vereador Professor Seles.

“Devido a maneira democrática que vossa excelência vem conduzindo os trabalhos desta casa legislativa, não vejo porque não dar este voto de confiança pela permanência do seu trabalho na direção desta casa. Meu voto é sim, para presidente desta casa o senhor Marcelo Calasans!”, Vereador Marcio Damasceno.

“O senhor soube conduzir os trabalhos desta casa e soube ser um bom presidente. Um bom presidente porque não deixou o poder subir para a sua cabeça. Um bom presidente porque não esqueceu dos seus princípios e das suas raízes. Quero dizer que voto em Marcelo Calasans porque entendo que tem que continuar este novo tempo nessa casa”, Vereador Nil Prefeitura.

“Em três mandatos que estou nesta casa não tem uma administração tão transparente quando a sua vereador Marcelo, onde todos tem vez e voz. Não há briga, pois o senhor consegue conduzir esta casa com humildade e com respeito. Todos os anteriores que passaram por aqui era turbulência, era briga, até polícia teve aqui … e com vossa excelência não. Que Deus lhe abençoe e continue assim”, Vereador Pequeno Sales.

“Eu declaro meu voto para o companheiro Marcelo para continuar com o excelente trabalho que vem realizando a frente desta casa. Meu pai sempre me dizia que em time que está ganhando não deve se mudar. E quem está ganhando é o povo de Catu. Para continuar este excelente trabalho eu declaro meu voto em Marcelo Calasans”, Vereador Paulo de Cacinho.

“Quero declarar meu voto a vossa excelência [Marcelo Calasans] pelo trabalho, pela maneira que tem conduzido esta casa. Transparente, parceiro e vem fazendo um trabalho diferenciado em relação aos demais presidentes que passaram aqui por esta casa”, Vereador Rubens de Pau Lavrado.

Da redação – Catu Notícias

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário