Prefeitura promove reunião com comerciantes para dar início à reforma da Praça Rui Barbosa

Compartilhar:

A Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Infraestrutura (SECIN), promoveu, no final da tarde de ontem (22), uma reunião entre comerciantes que trabalham na Praça Rui Barbosa e representantes das secretarias para debater os trâmites de deslocamento provisório para o início das obras no local.

Além do Secretário de Infraestrutura, André Luís de Carvalho, participaram da reunião o Superintendente Municipal de Transporte e Trânsito, Luiz Fernando de Araújo, a diretora de Inclusão Social da Secretaria de Assistência Social, Leidiane Rocha, um representante da Secretaria de Serviços Públicos, César, Eloisio de Oliveira Silva, do SAAE, e Cristiane Rocha, assistente social da SECIN.

A pauta principal de discussão, segundo o Secretário de Infraestrutura, era o isolamento da área da praça com tapume e a relocação do comércio, que conta com 16 barracas de trabalhadores que precisarão ser temporariamente remanejados.

O acordo estabelecido estipulou que as 16 barracas de comerciantes serão provisoriamente transportadas para as extremidades da Praça Rui Barbosa. A SECIN informou que, durante o período de obras, a SMTT vai isolar uma faixa de cada lado nos arredores do local. Na distribuição temporária, os comerciantes ficarão dispostos em duas faixas: na via próxima ao HCA e na extensão junto à Farmácia Silva Rocha. Os donos dos estabelecimentos apontaram que devem continuar funcionando normalmente, mesmo após a relocação.

Representantes da SESEP se comprometeram a verificar soluções temporárias junto à Coelba para o uso de energia nos pontos temporários onde o comércio estará estabelecido e o SAAE divulgou que vai providenciar uma saída de água durante esse período. A diretora de Inclusão Social enfatizou que também haverá uma abordagem e acompanhamento para as pessoas em situação de rua que se instalam na praça. Os pontos de táxi e moto-táxi devem permanecer nos locais de funcionamento.

Segundo o Secretário André Luís de Carvalho, o diálogo faz parte da gestão participativa e democrática que o prefeito vem realizando na cidade. “Essa gestão se preocupa com as pessoas. Joaquim solicitou que essa conversa fosse realizada, que houvesse a participação dos comerciantes, que ouvíssemos a comunidade. A gente quer fazer o melhor para o município. E o que é o município? A terra e as pessoas”, ressaltou.

O Superintendente Luiz Fernando lembrou que, até mesmo quando se trata de uma pequena reforma em casa, a obra traz transtornos e exige mudanças, mas enfatizou que é uma revitalização de grande porte que vai beneficiar toda a população.

Luiz Eduardo dos Santos, popularmente conhecido como Duda, é comerciante da Praça há 22 anos e diz que o início da reforma é o “sonho de ter uma praça mais digna”. “Eu falo com muita alegria, porque o diálogo está sendo o melhor possível, as pessoas estão acreditando no projeto. Essa é a terceira reunião. Você vê todo mundo alegre, vendo que, muito em breve, uma nova realidade estará em nossas mãos. É uma nova vida, né? Já estou imaginando a inauguração. Isso é fruto do empenho de todos, do prefeito Joaquim Neto, de todas as secretarias envolvidas no processo. Você vê hoje, que coisa linda, todos os segmentos nos dando a mão, ou seja, ninguém está desamparado. O governo está fazendo um ótimo trabalho”, comentou.

Cerca de 42 comerciantes participaram da reunião e a previsão é de que, até a próxima sexta-feira (2), todas as barracas sejam relocadas.

A SECIN informou que a obra tem prazo de 8 meses a 1 ano para ser finalizada, e divulgou que a reforma deve começar na próxima semana, assim que as pessoas forem relocadas.

Fonte: SECOM

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário