Vereador de Catu diz que “população precisa punir” os deputados que votaram contra o município na disputa de terras envolvendo Catu e Pojuca

Compartilhar:

Na noite da última terça-feira (27) o vereador e presidente da Câmara, Marcelo Calasans, durante a sua fala, em tom de revolta, convida toda população para fazer uma campanha contra esses deputados que votaram a favor da revogação do projeto de Lei que devolvia às terras de Catu, que estavam em posse de Pojuca. Segundo o vereador, a população precisa punir, nas próximas eleições, esses candidatos que não tem compromisso com Catu, em especial, o deputado Ângelo Coronel e Alex Lima, que segundo ele, são os principais responsáveis pela revogação da Lei que devolvia ao município 20% das terras perdidas.

A Lei foi revogada no final do ano passado, após o presidente da ALBA prometer aos pojucanos, que assim, faria.

A pergunta que não quer calar

Como votaram os deputados Joseildo Ramos e Maria Del Carmen? Ambos “defensores do município”e, entre os eleitos, os mais votados na cidade. O vereador, Marcelo Calasans, em sua fala, na última sessão, disse que não sabe ao certo de que forma esse projeto de revogação foi votado, pois as informações a respeito da votação foram dificultadas. Então, surge novamente aquela pergunta. Por que esses deputados que representam Catu não abre o jogo em relação à forma como foi realizada à votação? Será que eles também querem agradar Pojuca? Quem pergunta quer saber e perguntar não ofende.

Entenda o Caso

No final do ano passado, mais precisamente no dia 26 de dezembro, o Presidente da ALBA, Deputado, Ângelo Coronel, assinou a Lei nº 13.828, aprovada, pelos parlamentares, que restabelece os limites territoriais entre os Municípios de Pojuca e Catu, anteriores à promulgação da Lei nº 13.720, de 27 de abril de 2017.

O fato é que após a Lei nº 13.720 ser aprovada, em abril, devolvendo as terras para Catu, imediatamente um grupo de políticos de Pojuca, incluindo o prefeito Duda Leite e os vereadores da cidade se movimentaram e foram ao encontro do Presidente da Assembleia Legislativa, o Deputado Ângelo Coronel e conseguiram convencê-lo a voltar atrás e revogar a Lei.

Em um vídeo divulgado pelos políticos de Pojuca, logo após a aprovação da Lei que devolvia as terras a Catu, o Deputado Ângelo Coronel deixa claro a sua intenção em revogar a Lei e deixar as terras novamente com Pojuca, até que os dois municípios entrem em acordo.

Argumento dos deputados

Segundo os parlamentares, a nova Lei foi aprovada com a finalidade de corrigir aquilo que segundo eles seria uma injustiça da Lei anterior (devolver as terras à Catu), já que segundo os deputados, a mesma foi aprovada sem que houvesse um acordo entre os prefeitos das duas cidades envolvidas.

Desta forma, os limites territoriais entre Pojuca e Catu continuam como antes. As terras permanecem com Pojuca, até que haja efetivamente acordo entre as partes.

Assista a baixo o vídeo com a fala de Marcelo Calasans, na última sessão, na Câmara de vereadores:

Da redação – Catu Notícias

Compartilhar:
    • Topdoggen
    • 19 de março de 2018
    Responder

    Obrigado pela informação sobre a recarga Oi

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário