Após ruídos, Bolsonaro é aconselhado a não falar de assuntos econômicos

Compartilhar:

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro se viu enrolado em polêmicas após fazer declarações sobre a área econômica e ser desmentido por seus próprios auxiliares. Na ocasião, disse que Paulo Guedes, ministro da Economia, anunciaria a possível redução da alíquota do Imposto de Renda e um aumento do IOF. No entanto, no mesmo dia, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que o presidente se “equivocou” e que não está previsto o aumento de imposto.

De acordo com o colunista Gerson Camarotti, do site G1, durante o fim de semana, interlocutores próximos do presidente recomendaram que ele evite falar de economia para evitar a confusão gerada na última sexta-feira (4).

Agora, a expectativa é que Bolsonaro escolha rapidamente um “porta-voz” com o objetivo de evitar desgastes.

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário