Bolsonaro quer que filho permaneça no Brasil para ‘pacificar’ crise no PSL

Compartilhar:

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse, nesta segunda-feira (21), que prefere Eduardo Bolsonaro no Brasil para que tente “pacificar” a crise instaurada no PSL. A declaração foi dada em Tóquio, no Japão, onde o chefe do executivo vai participar, nesta terça (22), de uma cerimônia com o novo imperador, Naruhito.

Também na segunda, o grupo ligado ao presidente na Câmara conseguiu fazer de Eduardo Bolsonaro líder do PSL, apesar de ser cogitada a indicação dele à Embaixada do Brasil em Washington (EUA).

“O Eduardo vai ter que decidir nos próximos dias, talvez antes de eu voltar ao Brasil, se ele quer ter seu nome submetido ao Senado para a embaixada ou não” declarou o presidente. A indicação de Eduardo à principal embaixada brasileira ainda não está formalizada e precisa de aprovação pelo Senado Federal.

Fonte: M1

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário