Fala do prefeito Pequeno Sales sobre “Transição Tumultuada” gera reação do ex-secretário da fazenda, Nadilson Esteves

Compartilhar:

O Ex-secretário da fazenda de Catu, NADILSON ESTEVES, Coordenador da Comissão de Transmissão de Governo 2020/2021, conforme Decreto número 436 de 23 de novembro de 2020, se manifestou através de nota ao público onde externou a indignação e de toda a equipe do Governo Gera Requião com parte da entrevista do atual prefeito Pequeno Sales em uma emissora local quando o mesmo se refere à transição como “UMA TRANSIÇÃO TUMULTUADA”.

Segundo o ex-secretário da fazenda, a indignação se dá pelos seguintes motivos:

  1. a) A transição ocorreu conforme preceitua a Resolução 1311/2012 do TCM sendo toda documentação necessária entregue nos prazos estabelecidos;
  2. b) A comissão se reuniu de forma aberta e transparente com todos os membros indicados pelo prefeito eleito e MUITOS outros que não foram oficialmente indicados e ainda assim participaram da reunião
  3. c) A comissão atendeu todas as solicitações que foram feitos pelos representantes através de oficio, conforme preceitua a Resolução.
  4. d) A transição, de forma ordeira e transparente conforme fora orientação do Gestor Gera Requião, autorizou a todos os então secretários que abrisse literalmente as portas das secretarias e orientasse como ocorriam todas as suas atividades. O que foi inclusive além do que determina a Resolução do TCM
  5. e) A comissão disponibilizou o auditório dentro do seu prédio da Administração para que o prefeito eleito pudesse inclusive atender aos seus eleitores antes mesmo de tomar posse;
  6. f) O Art. 4º da Resolução 1311/2012 diz: “Além da documentação mencionada no artigo anterior, compete ainda ao prefeito encaminhar à Comissão de Transmissão de Governo até 31 de janeiro as demais documentações”.

A nota do secretário informa ainda que encontra-se essa comissão dentro do prazo estabelecido para entrega dos documentos, tais como, Demonstrativo de Restos a pagar, Termo de Saldo de Caixa e Bancos, Relação de contas bancárias, Relação de bens patrimoniais e uma série de outros documentos.

Em nome da ex-gestão, Nadilson sugere ainda ao atual Gestor solicitar a pessoas competentes que tem dentro da sua equipe para que interprete a Resolução e aguarde o recebimento dos respectivos documentos, visto que o mês de dezembro de 2020 ainda está sob a responsabilidade do Ex-Gestor para efeito de prestação de contas ao TCM.

O ex-secretário falou ainda sobre a polêmica causada com relação ao Projeto de Lei que regulamenta a CET: “Esclarecemos que se trata de interpretação judicial e será esclarecida no momento oportuno através da equipe jurídica do prefeito anterior. Finalmente, toda equipe que participou assiduamente das ações e do crescimento do nosso município nos últimos oito anos, deseja ao novo prefeito que tenha um mandato de realizações e que mantenha o foco no que é mais importante neste momento para o município e seus habitantes e coloco-me a disposição do governo para quaisquer esclarecimentos”.

Pra finalizar o mesmo assina a nota: “Nadilson Francisco Alves Esteves Servidor Público Efetivo do município Ex-secretário da Fazenda de Catu”.

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário