Governo do Estado inicia pagamento do vale-alimentação a estudantes

Compartilhar:
O repasse do vale-alimentação no valor de R$ 55 para os 800 mil estudantes da rede estadual de ensino foi iniciado na manhã desta segunda-feira (20), nas unidades da Cesta do Povo e do Assaí instaladas em 22 municípios baianos. Viabilizado pelo Governo do Estado, o vale-alimentação totaliza um investimento de R$ 44 milhões. 
Para acelerar o processo, o Governo do Estado assinou um contrato com as duas redes de supermercados, assegurando que 284 mil alunos tenham acesso imediato ao benefício. O restante do grupo vai receber, diretamente das escolas, cartões com o valor do auxílio.
“Esses 284 mil estudantes representam a cobertura de 22 cidades, em 13 territórios de identidade e cerca de 400 escolas. Iniciamos este processo com muita alegria, porque estamos vendo a concretização da segurança alimentar dos estudantes da rede estadual. Toda nossa equipe está envolvida e atuando em parceria com as duas redes de supermercados para que essas famílias consigam fazer as compras o mais rápido possível”, afirmou o secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues.
Lucia Muniz estuda à noite em um colégio estadual em Sussuarana e foi até o Assaí, em Pau da Lima, para confirmar que tem direito ao benefício e fazer as compras. “Essa ajuda é muito importante. Eu estudo e meu filho também. Já coloquei no carrinho macarrão, café, arroz, frango e ainda quero comprar uma carne e farinha”, listou.
A ambulante Edilene Vitório acessou o Portal da Educação e viu o nome da filha entre os beneficiados. “Fiz tudo como disseram na TV e vim aqui na Cesta do Povo da Ogunjá. Deu tudo certo e essa compra vai me ajudar bastante. Veio em boa hora”, comemorou.
Como funciona
Alunos ou responsáveis deverão se dirigir ao setor de atendimento ao cliente das lojas, com o número de validação informado pelo Portal da Educação ao final do processo de cadastramento para ter acesso ao benefício. Apenas itens do gênero alimentício, como arroz, feijão, macarrão e açúcar, poderão ser adquiridos com os R$ 55. 
“Apesar de serem 39 lojas abertas e bem espalhadas, pedimos aos responsáveis ou alunos, que, se puderem, só reservem a uma pessoa a tarefa de ir ao mercado, que evitem aglomerações e que vão de máscara”, aconselhou Jerônimo.
No Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br), há uma lista com o nome da escola e para qual rede a pessoa que tem o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) cadastrado na unidade escolar (estudante, pai, mãe ou responsável) deve se dirigir. Em caso de dúvida, o estudante deve ligar para a escola onde estuda ou para o 0800 284 0011.
Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário