Monitor da Violência: assassinatos caem em 2019, mas letalidade policial aumenta

Compartilhar:

O ano de 2019 foi marcado por uma queda consistente no número de assassinatos no país. O índice nacional de homicídios criado pelo G1 mostra que, em nove meses, houve uma diminuição de 22%. Por outro lado, as mortes cometidas pela polícia aumentaram no 1º semestre. E a superlotação e o número de presos provisórios voltaram a crescer neste ano.

Na retrospectiva do G1, o Monitor da Violência mostra números exclusivos levantados durante o ano e ouve especialistas do Núcleo de Estudos da Violência da USP e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, parceiros do projeto, para mostrar as causas por trás dos dados e apontar caminhos para 2020.

Assassinatos

O Brasil teve 30.864 mortes violentas de janeiro a setembro deste ano – uma a cada 13 minutos, em média. É um número ainda alto, mas menor que o registrado no mesmo período do ano passado. A queda é de 22%. Houve, em 2018, 39.527 mortes nos primeiros nove meses.

Os dados, tabulados mês a mês pelo G1, fazem parte de uma ferramenta exclusiva criada para possibilitar um diagnóstico em tempo real da violência e cobrar transparência por parte dos governos: o índice nacional de homicídios.

Fonte: G1

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário