“O PT não pode achar que é só pra ser apoiado e sim, que precisa apoiar também”, disse André Marques ao Catu Notícias

Compartilhar:

O pré-candidato a prefeitura de Catu, André Marques, concedeu entrevista na última segunda-feira ao jornalista Ciro Marques através de live realizada na sede do Site Catu Notícias. André Marque é médico e vice-prefeito da cidade. No último domingo, o prefeito Gera Requião declarou apoio a chapa composta por André (prefeito) e Marcelo Calasan (vice).

A entrevista durou pouco mais de uma hora e discutiu assuntos importantes para o município como, por exemplo, Geração de emprego e renda, a formação da chapa, o apoio do prefeito, pandemia e Claro a questão PT fora da chapa.

O ápice da entrevista se deu quando o jornalista perguntou o motivo de o partido do prefeito (PT) ficar de fora da chapa já que a expectativa seria que ele apoiasse alguém do próprio partido e Dr. André respondeu: “Não é cutucando, mas eu vou falar, o PT tem que amadurecer esse lado, o PT não pode pensar que é só pra ser apoiado, o PT tem que apoiar também. Eu estou sendo apoiado hoje, mas eu sempre apoiei. Então, não é assim! Quer dizer que a vontade popular não vale de nada, tem que impor uma candidatura contra a vontade do povo? A verdade é que seria muito difícil uma candidatura do PT, hoje, vingar. Pra você ter uma ideia, nas últimas eleições municipais eu fiz duas pesquisas e Gera fez outras duas e nas quatro deram empates técnicos e, nem por isso, eu optei por disputar as eleições contra Gera, eu não poderia disputar com um cara que eu apoiei quatro anos atrás, um cara que deu um show de administração, e o que o povo iria dizer? Então, apoiei Gera e aceitei disputar as eleições na condição de vice e esperei a minha hora. O PT não preparou um nome e essa é que é a verdade. Ana é uma das melhores secretárias do estado, excelente, muito honesta e correta. Mas, politicamente temos que ter a carga de votos, tem que ter votos.”

O Apoio do prefeito

Perguntado se a demora do prefeito em anunciar apoio ao seu nome havia o incomodado, ele disse que não. “Eu sabia que Gera faria a sua escolha ouvindo o povo e em várias oportunidades ele citou que sua decisão viria a partir da consulta popular e assim se deu. Nós lideramos todas as pesquisas realizadas no município, o que prova que o povo me quer na administração da cidade”.

A Escolha da Chapa

“Então, essa além de ser uma escolha técnica ela também atende a vontade do povo. Nas pesquisas eu sempre aparecia em primeiro e Marcelo em segundo. Mas com certeza Gera e os envolvidos pensaram também na parte técnica. Marcelo Calasans agrega essa experiência de duas vezes presidente do legislativo e com certeza ele vai poder nos ajudar bastante no que diz respeito a fazer andar os projetos”.

O conteúdo completo da entrevista está disponível no feed de notícias do nosso instagram.

Compartilhar:
    • Maricélia
    • 30 de julho de 2020
    Responder

    Não vai pra lugar algum. Marcelo vereador onde obteve um expressiva votação no seu bairro e rua nova faz vergonha. A Ameca muito mal administrada. Não tem nem identificação…

    • José Rubens
    • 30 de julho de 2020
    Responder

    Eleger esse cidadão prefeito de Catu,certamente será a falência do município

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário