Operação da PF mira grupo em SP que facilitava imigração ilegal para os EUA

Compartilhar:

A Polícia Federal realiza, na manhã de hoje (31), duas operações de combate ao contrabando de migrantes e lavagem de dinheiro em São Paulo. As equipes cumprem oito mandados de prisão e 18 mandados de busca e apreensão na cidade de São Paulo e em Embu das Artes (SP), Taboão da Serra (SP) e Garibaldi (RS). Também houve o bloqueio de 42 contas bancárias.

As operações se baseiam em um inquérito iniciado em maio de 2018, após cooperação com o ICE, órgão responsável pelo controle de fronteiras dos EUA. A PF foi informada que estrangeiros residentes em São Paulo estariam liderando uma organização criminosa que atuava na imigração ilegal de pessoas para os EUA.

O grupo providenciava solicitações de refúgio ou documentos de viagem falsos a migrantes vindos de países do Sul da Ásia, como Afeganistão, Bangladesh, Índia, Nepal e Paquistão. Com esses documentos, os migrantes viajavam de avião até o aeroporto de Guarulhos (SP). Após serem recebidos pela organização criminosa, seguiam para Rio Branco, no Acre, onde atravessavam a fronteira com o Peru e prosseguiam por via terrestre até a fronteira do México com os Estados Unidos.

A investigação ainda constatou que, durante o tempo em que permaneceram em São Paulo, os migrantes sofriam maus-tratos, como cárcere privado e agressões físicas e psicológicas.

O grupo movimentou no Brasil ao menos US$ 10 milhões, entre os anos de 2014 e 2019. Os investigados responderão pelos crimes de contrabando de migrantes, lavagem de dinheiro e organização criminosa, com penas de 3 a 10 anos de prisão, além de outros delitos.

 

Fonte: M1

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário