“Prefeitura de Pojuca vai doar terreno para empresa com geração de apenas oito empregos”, diz vereadora

Compartilhar:

Nessa última quinta-feira (11), em mais uma Sessão Extraordinária e polêmica na Câmara de Vereadores na cidade de Pojuca, a discussão foi voltada ao mais novo e polêmico projeto elaborado pelo prefeito do município, Carlos Eduardo Leite (PSDB). O projeto de lei de nº 019/2017 conta com a construção da fábrica pela empresa Torar, no município de Pojuca, nas localidades do antigo Parque de Vaquejada.

A região, que ficou conhecida por ter tido destruições em massa das casas construídas ilegalmente, agora esta sendo alvo de um novo projeto na cidade: a instalação de uma fábrica. A população que prestigiou a sessão de ontem (11) ouviu os discursos sobre o projeto que deve ser instaurado ainda neste ano.

Segundo a vereadora Gerusa Laudano, única parlamentar que votou contra o projeto, o mesmo deve pesar no bolso do contribuinte e não será viável para Pojuca da maneira que o projeto está sendo aprovado.

Gerusa Laudano (PT), em posse de discurso falou sobre suas posições contrarias em relação à construção da fábrica: “Sou contra o que vai pesar no bolso do povo” referindo-se ao código tributário que o projeto vai possuir. Segundo a vereadora, vai ser disponibilizado à empresa cerca de 10 mil m2 de terra para a instalação, isenção de imposto por cerca de 8 anos e a partir de 10 anos, o território passa a ser próprio da empresa.

Ainda com a fala, Gerusa falou sobre os empregos que seriam gerados com o tempo de duração da fábrica. Ao todo, 9 vagas de empregos seriam fornecidas durante 4 anos. Cinco em 2018 e 1 a cada ano seguinte.

O projeto teve aprovação em massa, sendo apenas reprovado pela vereadora Gerusa Laudano, A população pojucana está preocupada com as consequências que a fabrica vai trazer para o município apesar de ser um projeto voltado ao desenvolvimento econômico da cidade.

Veja o vídeo da sessão:

 

Da Redação: Catu Notícias

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário