Prefeitura promove curso de Turismo Étnico Afro e inicia debate sobre a criação de uma rede de turismo do segmento no município

Compartilhar:

A Prefeitura de Alagoinhas, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo (SECET) realizou, na última terça-feira (5), um curso de Turismo Étnico Afro como parte das ações do programa Proquali Setur, da Secretaria de Turismo da Bahia, desenvolvidas em Alagoinhas para fomentar o turismo na região.

Com foco na preservação do patrimônio histórico cultural e na valorização das tradições e contribuições das comunidades quilombolas para o município, a atividade desta terça-feira trouxe para o cerne da discussão questionamentos sobre identidade, empoderamento, autonomia, segmentação turística, demanda e oferta.

“Para mim, era um mundo desconhecido. Eu participei de todos os cursos do Proquali Setur ministrados aqui na cidade e não conhecia esse segmento, Turismo Étnico Afro. Então abriu horizontes. É importante porque contribui para a ampliação do conhecimento e também porque desperta a consciência de cada pessoa que pode se tornar multiplicadora. Eu não tinha o conhecimento sobre o contexto das comunidades quilombolas, então o debate me proporcionou essa nova perspectiva”, afirmou Selma Amaral Lima, que participou do curso realizado na Biblioteca Pública Municipal Maria Feijó.

Segundo o diretor municipal de Turismo Erivaldo da Silva Souza, a atividade foi um marco inicial para a criação de uma rede de turismo étnico no município. Ele informou que a SECET já está planejando outras ações neste segmento e destacou que a iniciativa do curso foi desenvolvida em parceria com a Diretoria de Reparação Social da Secretaria de Assistência Social do município (SEMAS).

No total, cerca de 20 pessoas participaram do curso, que teve 4h de duração.

Fonte: SECOM

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário