Processo contra Lúcio Vieira Lima no Conselho de Ética pode ser arquivado

Compartilhar:

O processo disciplinar do Conselho de Ética contra o deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB), por suposta quebra de decoro parlamentar no caso dos R$ 51 milhões encontrados pela Polícia Federal em um apartamento de Salvador (BA), pode ser arquivado, de acordo com o portal doG1. 

A representação contra o emedebista, que está parada desde junho, foi feita pelo PSOL e pela Rede. Segundo a publicação, não deverá haver tempo hábil para concluir o processo até o recesso parlamentar, que tem início oficialmente a partir de 23 de dezembro.

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário