Setor de serviços cresce 1,2% e tem melhor setembro desde 2014

Compartilhar:

O volume do setor de serviços cresceu 1,2% em setembro, na comparação com agosto, segundo divulgou nesta terça-feira (12) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), eliminando as perdas do ano. Na comparação com setembro do ano passado, a alta foi de 1,4%.

Trata-se do melhor resultado para um mês de setembro desde 2014, quando houve alta de 1,7%. Foi também o maior avanço mensal desde agosto de 2018 (1,9%).

“Esse resultado serve, na verdade, para eliminar as perdas de 2019. A gente vinha mês a mês que era ainda um patamar inferior a 2018. Com ele, fica 0,1% acima do patamar de dezembro de 2018 e um pouco mais acima, 1,1%, do patamar de abril de 2018, mês anterior à greve dos caminhoneiros”, destacou o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo.

No ano, o setor passou a acumular avanço de 0,6%, com expansão em três das cinco atividades e em cerca de metade dos 166 tipos de serviços pesquisados.

No acumulado em 12 meses, o setor mostrou ganho de ritmo, ao passar de uma alta de 0,6% em agosto para 0,7% em setembro.

O IBGE revisou os últimos resultados dos meses anteriores. Em agosto, a queda foi revisada de -0,2% para -0,1%; em julho, a alta foi revisada de 0,7% para 0,8%; já junho, teve queda revisada de -0,7% para -0,6%.

Alta de 0,8% no 3º trimestre

O setor de serviços encerrou o terceiro trimestre com alta de 0,8% em relação ao segundo trimestre. De acordo com o gerente da pesquisa, isso eliminou as perdas acumuladas nos dois primeiros trimestres que foram de -0,4% no primeiro trimestre e -0,3% no segundo.

“Este resultado do terceiro trimestre empata com o do terceiro trimestre do ano passado e é o maior desde o 1º trimestre de 2014, que teve alta de 1,3%”, disse Lobo.

Na comparação com igual trimestre do ano anterior, houve alta de 0,6%. Foi a quinta alta seguida, após o setor amargar 14 trimestres consecutivos de queda.

Em termos de patamar, o setor de serviços chegou a setembro operando 10,7% abaixo do ponto mais alto da série, alcançado em novembro de 2014.

Fonte: G1

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário