Valorização da memória: Prefeito prestigia lançamento de livro em Alagoinhas

Compartilhar:

Joaquim Neto e Iraci Gama estiveram ontem (17) no Forno a Lenha para prestigiar o lançamento do livro “Grandes coisa”, do escritor alagoinhense e ex-vereador Pedro Marcelino.
São, ao todo, 48 crônicas sobre causos e histórias de pessoas anônimas que, nas entrelinhas, ganham o leitor pela riqueza dos detalhes cotidianos relatados.

De acordo com o autor, o livro tem duas faces: a de uma Alagoinhas irreverente, contestadora e revolucionária, que se engaja nas causas e tem uma história de luta política, e a face da criatividade, do humor. Nas palavras de Marcelino, “o livro é fruto daquilo que Iraci não cansou de nos ensinar”, destacou.

A vice-prefeita falou sobre a importância da obra enquanto recuperação da memória da cidade e Joaquim Neto enfatizou a relevância de se atentar para a produção cultural local e de olhar para a história do povo alagoinhense como forma de enxergar, no presente, novas possibilidades para tecer o futuro. “Os dermatologistas costumavam dizer que a pele é a alma da pessoa. Eu, lendo o livro, percebo que esse trabalho, da escrita e da percepção, também é mais ou menos isso: mexe com a alma das pessoas”, pontuou.

O prefeito estava acompanhado da mãe, a professora Emília Cardoso, que foi citada duas vezes no livro, e da primeira-dama Carla Reis. “Marcelino convidou minha mãe e eu não poderia deixar de trazê-la para prestigiar”, disse Joaquim Neto.
O prefeito aproveitou para adquirir também o livro “Alagoinhas – o que a memória guarda”, lançado por Marcelino em 2016.

Fonte: SECOM

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário