Após 1º turno, dólar cai e Ibovespa dispara

Compartilhar:

Após o resultados do 1º das eleições presidenciais, o Ibovespa começou esta segunda-feira (8) com forte alta. Os investidores reagem ao desempenho de Jair Bolsonaro (PSL) nas urnas.

Conforme publicação do site Valor, ao redor de 11h20, o Ibovespa subia 4,57%, aos 86.084 pontos; na máxima, por ora, marcou 87.333 pontos (+6,09%). O giro financeiro é muito elevado e já marcava R$ 8,5 bilhões.

Ainda segundo o site, os papéis do ‘kit eleições’, grupo de ativos do Ibovespa com maior sensibilidade ao noticiário eleitoral, apresentam desempenhos amplamente positivos nesta manhã. Eletrobras PNB ganhava 12,21% e Eletrobras ON avançava 11,09%. O destaque, contudo, é Cemig PN, com valorizalçao de 16,76%. Petrobras PN subia 9,10% e é a ação de maior giro financeiro individual, de R$ 2,2 bilhões.

Os bancos privados também apresentam altas expressivas, caso de Itaú PN (+6,60%), Bradesco PN (+6,65%), Bradesco ON (+5,99%) e units do Santander Brasil (+7,08%). No setor de varejo, tinham alta B2W ON (+10,15%), units da Via Varejo (+7,81%), Lojas Americanas PN (+5,87%) e Magazine Luiza ON (+4,94%).

Entre as poucas quedas do dia, apareciam no setor de commodities Suzano ON (-4,47%) e units da Klabin (-2,24%), Fibria ON (-1,34%) e Vale ON (-1,20%).

Bolsonaro, candidato mais alinhado às pautas econômicas defendidas pelo mercado financeiro, obteve 46% dos votos válidos no primeiro turno, enquanto Fernando Haddad (PT), seu adversário no segundo turno, registrou 29%. Além disso, a votação expressiva obtida pelo PSL e outros partidos alinhados a Bolsonaro para o Legislativo dá maiores condições de governabilidade a uma eventual administração do ex-militar.

No câmbio, o dólar comercial cedia 2,59%, cotado a R$ 3,7549.

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário