Atos de vandalismo causam inúmeros prejuízos à população de Catu

Compartilhar:

A Prefeitura de Catu, nos últimos cinco anos, investiu muito na transformação da cidade com a construção e reforma de muitos prédios públicos, praças, escolas, áreas de lazer, dentre outros. Porém, os atos de vandalismo têm provocado prejuízos e desconforto a todos. Só neste ano, inúmeros ataques trouxeram prejuízos à população e aos cofres públicos.

Ao todo, o município precisou substituir, dentre outros: milhares de metros de cabos de energia furtados de praças e ruas. Precisou repor lâmpadas de led, abrigos de ônibus, praças e quadras.

Os ataques acontecem de forma indiscriminada. Placas de trânsito, abrigos de ônibus, bancos de praças, iluminação pública, furtos de cabos de energia, pichações, destruição de lixeiras, torneiras, portas, cadeados, sanitários, tubos além de gradil das quadras, furtos de equipamentos de energia, são os principais alvos de atos de vandalismo.

São muitos os prejuízos gerados ao município com esse tipo de delito, aos cofres públicos e principalmente o transtorno causado à população, uma vez que o dinheiro utilizado para reparar os prejuízos poderia ser usado para construir novos espaços.

“Tudo que foi destruído teve um investimento anteriormente, então diante dessa crise que o país inteiro está passando, o dinheiro gasto para consertar o dano que foi causado poderia ser utilizado em outras benfeitorias para a população e não para refazer o mesmo trabalho.”, explicou a prefeito Geranilson Requião.

Por meio do Departamento de Comunicação, a Prefeitura de Catu lança uma campanha cuja iniciativa tem por objetivo conscientizar a população sobre a necessidade do melhor uso de espaços públicos, promovendo a diminuição do vandalismo, como forma de manter os patrimônios além de reduzir os gastos com os reparos.

Danificar ou destruir propriedade, seja pública ou privada, de propósito é crime, conforme o artigo 163 do Código Penal brasileiro, e a pena para quem for pego destruindo o patrimônio público podem variar de seis meses a três anos de detenção além de multa.

As guarnições da Polícia têm intensificado as rondas em todos os espaços urbanos e públicos, buscando inibir atos de vandalismo. Quem presenciar um ato pode denunciar através dos telefones: 95ª CIPM: (71) 3641-2674, ou a Delegacia (71) 3647-0808.

O apoio da população é muito importante para que possamos punir quem pratica esses atos de vandalismo

 

Fonte: ASCOM/PMC

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário