Afeganistão se recusa a libertar prisioneiros do Talibã

Compartilhar:

O presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, afirmou neste domingo (1º) que não vai libertar milhares de prisioneiros do grupo extremista Talibã. A medida deve gerar um impasse apenas um dia depois da assinatura do acordo firmado entre os islamitas e os Estados Unidos .

A libertação de prisioneiros de todos os lados era uma das cláusulas do acordo. Entretanto, o governo do Afeganistão afirmou que não fez nenhuma promessa de libertar até 5 mil presos ligados aos extremistas.

G1

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário