Irã promete vingança, e Trump diz que país nunca venceu guerra

Compartilhar:

Donald Trump publicou, nesta sexta-feira (3), um texto em uma rede social em referência ao ataque dos Estados Unidos que matou o general iraniano Qassem Soleimani.

“O general Qassem Soleimani matou ou feriu gravemente milhares de americanos em um longo período de tempo e estava planejando matar muitos mais… mas foi pego! Ele foi diretamente ou indiretamente responsável pelas mortes de milhões de pessoas, inclusive um recente grande número de manifestantes assassinados no próprio Irã.”

Esses textos são a segunda manifestação de Trump desde o ataque no aeroporto de Bagdá, no Iraque: antes, ele havia publicado uma bandeira dos EUA. O presidente dos Estados Unidos ainda não deu entrevista sobre o tema.

Soleimani era chefe de uma unidade especial da Guarda Revolucionária do Irã e um dos homens mais poderosos do país. Ele morreu em um ataque com drone nesta quinta-feira (2) em Bagdá, no Iraque.

O exército americano informou que o bombardeio tinha, de fato, a missão de matar o general iraniano e partiu de uma ordem do presidente Trump.

Ele disse também que os EUA estão comprometidos a distensionar a relação com o Irã e ao mesmo tempo preparados para se defender. A crise poderá ter desfecho sem precedentes na região, de acordo com especialistas.

Pompeo confirmou somente a morte de Soleimani, e não de outras autoridades.

Fonte: G1

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário