Itanagra e Cardeal da Silva apostam em formação continuada de educadores e se destacam no Ideb

Compartilhar:

A união entre a iniciativa privada e a esfera pública tem conseguido mudar o cenário da educação básica em municípios do Litoral Norte e do agreste baiano, que vem apresentando melhorias significativas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Dados divulgados nesta terça-feira, 15, pelo Ministério da Educação, referentes a 2019, mostram que as cidades de Itanagra e Cardeal da Silva, que estão na área de influência da Bracell, conseguiram ter bom desempenho de notas na Bahia, considerando o ensino fundamental I.

Esses municípios são atendidos pelo Projeto de Educação Continuada da Bracell, em parceria com o Instituto Chapada de Educação e Pesquisa (Icep), que promove cursos de capacitação para professores, coordenadores pedagógicos e gestores educacionais, garantindo uma melhor performance destes profissionais no ambiente escolar. E isso resulta no melhor desempenho dos estudantes, como pode ser percebido no último Ideb. A cidade de Itanagra, por exemplo, foi um dos destaques da Bahia, passando de 4,0 – em 2017 – para 5,5. Cardeal da Silva foi outro município com evolução acentuada: saindo de 3,8 – em 2017 – para 4,8.

De acordo com Mouana Fonseca, gerente de Relações Institucionais e Responsabilidade Social da Bracell, este resultado evidencia ainda mais a importância do projeto, que teve início em 2014, com ações de diagnóstico e mobilização da rede de ensino em Cardeal da Silva, Entre Rios, Itanagra e Inhambupe. Nos anos seguintes, o projeto se consolidou e foi estendido para Alagoinhas, Conde e Esplanada. Este ano, Aramari foi incluído.

Só em 2019, o projeto atendeu 480 escolas da rede pública municipal, o que contribuiu com a formação de 2.314 professores e equipes técnicas, beneficiando 34.676 alunos.

“O projeto fortalece as práticas educacionais nas cidades da área de influência da Bracell, por meio da implantação e melhoramento da Política Municipal de Formação Continuada, focando no Ensino Fundamental I, que vai do 1º ao 5º ano. Por meio de formações qualificadas, estimulamos os municípios parceiros a trilharem, com autonomia, os caminhos para uma educação pública de qualidade, o que resulta no bom desempenho evidenciado pelo Ideb”, afirma Mouana, acrescentando que o projeto é um dos grandes investimentos da empresa na área social, cujos resultados podem ser observados a médio e longo prazo, como evidenciado agora com o Ideb.    

A consultora Ana Falcão, do Instituto Chapada de Educação e Pesquisa (Icep), que é a parceira da Bracell na formação continuada nos municípios, salienta que o projeto também “contribui para o desenvolvimento da educação básica, tendo como contexto de trabalho a mobilização sociopolítica de educadores e da comunidade escolar e a produção de conhecimento”. Para isso, trabalha a formação de equipes técnicas das secretarias de Educação, coordenadores pedagógicos, gestores escolares e professores, com foco nos conhecimentos didáticos relacionados ao ensino da cultura escrita, no contexto das práticas sociais de leitura, produção de texto e matemática.

Itanagra

A secretária municipal de Educação de Itanagra, Maria Auxiliadora, destaca que a cidade tem trabalhado constantemente para melhorar a qualidade do ensino e que o comprometimento e a qualificação do quadro técnico e de professores são fundamentais para este resultado. “Garantir uma educação de qualidade é a principal meta da secretaria e o projeto da Bracell contribui diretamente com a formação continuada no município, configurando-se como parceiro na garantia deste direito”, afirma.

Ela acrescenta ainda que “o bom resultado, demonstrado pelo Ideb, é atribuído ao comprometimento de todos com a qualidade do ensino na rede municipal, como professores, coordenadores pedagógicos, vice-diretores, diretores escolares e equipe técnica. Cabe ainda ressaltar a importância da confiança que as famílias de nossos estudantes depositam em nossas ações cotidianas”.

Edinê Camilo de Freitas, professora e diretora pedagógica de Itanagra, também evidencia a importância do projeto da Bracell: “Compreendemos a formação continuada dos professores como um dos fatores primordiais no processo de garantia das políticas públicas educacionais. Nesta perspectiva, o projeto viabilizado pela Bracell, em parceria com o Instituto Chapada, é extremante relevante”.

Bracell

 A empresa, que faz parte do grupo Royal Golden Eagle (RGE), é uma das maiores produtoras de celulose solúvel e celulose especial no mundo, com duas operações principais no Brasil – em Camaçari (BA) e em Lençóis Paulista (SP). As atividades e modelos de gestão adotados pela companhia estão totalmente comprometidos com o uso sustentável dos recursos naturais, com o objetivo de criar valor para a comunidade, o país, o clima, o cliente e a empresa, de forma permanente.

Em 2021, quando a expansão na unidade de Lençóis Paulista, conhecida como Projeto Star, for concluída, a Bracell terá capacidade de produção anual de aproximadamente 2 milhões de toneladas de celulose e empregará aproximadamente 10 mil colaboradores próprios e terceirizados. Além de suas operações industriais no Brasil, a Bracell possui um escritório de administração em Singapura e escritórios de vendas na Ásia, Europa e Estados Unidos.

Foto: Acervo Bracell

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário