Se testes derem certo, vacina russa contra a covid pode chegar à Bahia já em novembro

Compartilhar:

A Rússia anunciou, no início da tarde desta quinta-feira (10), um acordo com o governo da Bahia para fornecer 50 milhões de doses da Sputnik V, vacina que está em fase avançada de testes. A informação foi confirmada ao Jornal Hoje, da TV Globo, pelo próprio governo baiano. As entregas estão previstas para começar em novembro, ficando dependendo apenas de aprovações das autoridades sanitárias e órgãos reguladores do Brasil.

Representantes do Instituto Gamaleia, da Rússia, que desenvolve a vacina, concederam uma entrevista coletiva no início da tarde e reafirmaram que pretendem ter o resultado da última fase de testes – a mais importante – já no mês que vem.

A Bahia é o segundo estado brasileiro a firmar um acordo com a Rússia para a produção de vacina, logo depois do Paraná. Os testes da parceria devem começar em outubro, mas ainda dependem da Anvisa.

Segundo o portal G1, o Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF) informou que um anúncio sobre o acordo será feito nessa sexta-feira (11).

Correio*

Compartilhar:

Aviso:

Os Comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Catu Notícias.

É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros.

Comentários postados que não respeitem os critérios, poderão ser removidos sem prévia notificação.

Deixe seu Comentário